abril 11, 2011

O dom de ouvir
Ouvir
Como quem abraça e beija
a alma solitária
dos que ninguém escuta.

Ouvir com o coração
a confidência,
a queixa,
a longa história
dos isolados
pela indiferença alheia.

Ouvir com os olhos
e afirmar:
eu compreendo.

Nem é preciso dizer nada.

Helena Kolody

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe aqui seu carinho, leve o meu♥ contigo.