janeiro 28, 2011



Pra se dizer Eu te amo,
Basta um olhar sobre o silencio das estelas,
Uma mão afagando os cabelos do tempo
E uma canção em versos inquietos.
Pra se dizer eu te amo,
Basta um bom dia agradecido ao sol
E uma carícia no dorso do crepúsculo
Pra se dizer eu te amo,
Basta iluminar o campo com margaridas
E colorir o dia chuvoso com desenhos na vidraça
Que amar é um estado de graça
Como o vinho tinto numa taça,
Ou como a invencibilidade da infância
Que nunca passa...
Pra se dizer eu te amo,
Nenhuma palavra basta.
Que amar é tão extenso
E inexorável
Que o próprio amor ultrapassa,
Pra se dizer eu te amo
É preciso voltar no tempo
E se meter no futuro
Como quem espera o presente
E crê apenas naquilo que se sente,
Na fibra da memória,
Na perpetuação da semente,
No livro mágico da história.

Claudia Morett

2 comentários:

Claudia Morett disse...

Que lindo!Amei ver meu poema tão bem formatado, emocionou-me!Gratidão por partilhar meus rabiscos,sou Claudia Morett.

Ritinha São Paulo disse...

Oi Claudia, na verdade seu poema é tão lindo, tão cheio de amor, que nem era preciso formatar.
Obrigada pela visita,fiquei feliz com sua presença aqui.

Postar um comentário

Deixe aqui seu carinho, leve o meu♥ contigo.